Margarina/creme vegetal, a manteiga dos pobres?

 ” De volta a 1967 ou por aí, um especialista em comida disse-me como ele achava que o termo “comida de plástico” tinha se originado. Alguns bioquímicos, ele especulava, devem ter reparado que quando olhada pelo microscópio, que a molécula da gordura hidrogenada se parece bastante com a molécula do plástico… ” Os químicos”, ele explicou “na verdade falam sobre óleos plastificados”… Eu decidi parar de vender margarina e todos os produtos contendo gorduras vegetais, primos da margarina e fazer uma pequena experiência. Não foi muito técnica… Eu coloquei um cubo de margarina, da que eu vendia num pires e coloquei o pires numa janela do fundo da loja. Pensei que se o colocasse à disposição e se fosse comida real, insetos e microrganismos se auto convidariam para o banquete. Moscas, formigas e mofo iriam vir todos se fosse manteiga. O cubo de margarina tornou-se culpado. Eu deixei-o no parapeito da janela por cerca de 2 anos. Ninguém nunca viu um inseto perto. Nenhum mofo sequer cresceu. Tudo o que aconteceu foi que o cubo se deformou por causa do calor do Sol sobre o pano da janela, e ficou com pó – muito pó, um cubo de margarina não dá para limpar facilmente. Finalmente, eu olhei tão revoltado que decidi terminar a experiência. Por mim, a experiência não tinha sido encurtada, tive que concluir que a margarina basicamente não é comida, quer seja ou não plástico.” – Fred Rohe PPNF Health Journal.

  “Dr.T.W.Gullickson, professor de química dos lacticínios, universidade de Minesota, provou a supremacia nutricional da manteiga sobre os óleos vegetais, os quais são o ingrediente principal das margarinas vegetais. Gullikson usou leite desnatado e combinou-o com banha,sebo bovino, óleo de coco, óleo de milho, óleo de planta de algodão ou óleo de soja. Usou esta mistura em vez de natas e deu aos bezerros. Ele tinha misturado o leite desnatado para imitar a 3.5 percentagem de gordura do leite. Como normalmente acontece em investigação, eles provaram algo completamente diferente do seu objetivo inicial. O objetivo inicial era encontrar um substituto mais barato para alimentar os bezerros em produção. O que eles descobriram é que eles só cresciam com o leite normal e quando alimentadas com óleos vegetais adoeciam e morriam. Os sobreviventes rapidamente recuperaram quando lhes deram leite inteiro. Se os óleos vegetais são tão devastadores para a saúde dos bezerros, pensas que eles poderão ser maus para ti?” – William Campbell Douglass, MD- Livro do leite.

 Existe já bastante boa informação sobre este assunto, mas, como sei que mais uma voz é sempre importante e toda a população deve saber isto, cá estou eu, a escrever-vos sobre Margarina. A história diz que foi criada quando o recurso a manteiga era dispendioso (Primeira guerra mundial) e que houve grandes controvérsias sobre o produto. Inicialmente a população não aderiu por ser tão diferente da manteiga, mas depois químicos trabalharam para que a cor se assemelhasse e também a textura. Em alguns países a margarina foi proibida (Ex: Canada) até ao ano de 1948.

 Composição de um pacote de margarina/Creme vegetal:

Untitled

 Com tantos ingredientes faria um artigo enorme, mas, como o foco é o principal constituinte da margarina, vou falar apenas dos óleos vegetais. Os óleos vegetais são óleos monosaturados e que durante muito tempo foram considerados os mais saudáveis. O problema minha gente, é que a margarina não é o óleo. Margarina é um produto altamente processado e nada natural. Durante o processo formam-se as gorduras transgénicas associadas a graves doenças (coração, cancro). A gordura transgénica forma-se na hidrogenação e, portanto, gorduras hidrogenadas são veneno, literalmente. Basta pensar se o produto existe na natureza certo? E existe mas em quantidades mínimas, o que se consome agora são quantidades absurdas e que o corpo não consegue tratar. Porque é que hidrogenizam as margarinas? Porque os óleos vegetais são líquidos e nós queremos barrar.

 Isto para não falar que óleos vegetais são perigosos e por mim desaconselhados de ingerir se forem comprados no supermercado. É porque os óleos monosaturados facilmente ficam o que chamamos de rançosos e sem que nos apercebamos. Toxinas, muitas toxinas. Se fizeres o teu próprio óleo e consumires rapidamente tudo bem, vais conseguir tirar algo nutritivo e saudável.

 Viram os conservantes, emulsionantes?

 Por isto tudo, não utilizem mais margarina por favor. Nem para barrar, nem para cozinhar, em nada. O preço entre margarina e manteiga não é assim tao grande e vão poupar nas idas aos médicos e medicação. Ajudem o vosso corpo a ajudar-vos a vocês.

 @Ana

 Irónico haver margarina para melhorar o colesterol.

One thought on “Margarina/creme vegetal, a manteiga dos pobres?

  1. Pingback: Livros de 2017

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s