Retorno da Natureza

Quero escrever-vos sobre um pensamento e uma história que me aconteceu, algures pela semana passada.

 A Natureza dá-te aquilo que lhe pedes, mais energia neste caso, mas não te esqueças que ela leva sempre algo em troca. Disse ele. O meu namorado estava a dizer-me uma sentença que parece de senso comum e na minha cabeça fez-se um BUM! Ele disse mais, disse que somos educados a receber sem dar nada em troca e ficamos habituados, sem nunca aprender que tudo o que nos deram, mesmo em crianças teve algo em troca. Por exemplo, a mãe nutre um bebé através do seu leite materno, dando-lhe os nutrientes para que cresça. Ao dar de mamar recebe para ela recuperação dos órgãos alteradas pela gravidez e parto. Ambos ganham. Existe o bebé que recebe o leite e em troca ajuda a mãe a curar-se.

 Exemplo:

  • Não conseguimos dormir o tempo suficiente e agora são 18 horas, estamos a sair do trabalho e combinámos ir tomar um café com um amigo. Podemos beber ou comer outra coisa, mas um café sabe bem e sabemos que ainda vamos para casa preparar jantar e almoço do dia seguinte, entre outras funções, só iremos para a cama tarde por isso um café. Sabe bem. Bebemos o café e isso estimula o nosso cortisol, que cresce e sentimo-nos bem. Quando chega à meia noite ainda estamos a falar no Skype e só depois vamos “tentar” adormecer. No dia seguinte precisamos de acordar as 7 horas, sem o descanso necessário e tudo se volta a repetir. O que é que pedimos? Energia, que nos foi dada. O que nos foi retirado? O descanso, que é o tempo criado para o nosso corpo se recuperar. Fisicamente, emocionalmente, psicologicamente. Também alterámos e confundimos o nosso cortisol e por isso o nosso sistema hormonal que fica desorientado. Entendem?
  • Outro exemplo: sentimos uma enorme vontade de comer um bolo, e é mais do que isso, estamos sem comer nada desde o meio-dia e já são 18h, então, além do café acompanhamos com um belo crepe de chocolate (agora todos ficaram a pensar: Tinha que ser um crepe? Sim, um crepe). E o crepe entra no nosso sistema digestivo e satisfaz-nos. Sendo que é apenas açucares e cereais vamos sentir-nos bem e prontos para comer só lá para as dez horas. O que pedidos? Barriga cheia com algo muito reconfortante depois do dia exaustivo sem o descanso necessário. O que nos foi retirado? Por não se acompanhar com outro tipo alimentar, o corpo vai sentir um pico de açúcar, um pico que vai ter que ser equilibrado com insulina. Até quando o reequilíbrio do corpo acontecerá? Para não falar do cereal e todo o crepe ser só alimentos refinados, que enchem sem nutrir.

 

 É natural e saudável haver custos a pagar. Eu demorei a perceber isto. Só assim se consegue escolher pelo que mais te identifica. Na saúde, ser consciente dos custos vai-te permitir decidir se queres continuar pelos mesmos caminhos ou alterar os teus hábitos. Na vida pessoal também, se preferes x a custo x ou y a custo y. Se preferes ter muita roupa barata (custo menos, mas em longo tempo mais gastos de dinheiro e tempo) ou preferes roupa cara e que por isso terás menos.

 O melhor é ser como o exemplo da mãe e do bebé. Nem sempre é assim e ainda bem, por isso façam bem as vossas escolhas e fiquem sempre a ganhar mais do que tem que pagar.

 Isto tudo serve para mim. Ana@

 

2 thoughts on “Retorno da Natureza

  1. Pingback: Arquivo 2016
  2. Pingback: Café

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s